15 de Fevereiro de 2009

 

No outro dia ouvi na rádio Comercial um programa intitulado “O meu blog dava um programa de rádio” onde o bloguista escrevia que tinha criado o blog não com o intuito dos outros verem, comentarem mas sim para desabafar… Eu criei o meu blog com esse finalidade a de ser um cantinho de desabafos, mas com o tempo comecei a não querer escrever porque parecia tão repetitiva tal como deixei de contar as minhas coisas aos meus amigos por pensar que os estava a incomodar, mas quando ouvi aquilo apercebi me que pode haver post´s sem comentários, os meus amigos podem me dar o seu silencio mas eu desabafei aqui no meu blog ou junto a um amigo.
 
Hoje preciso de desabafar, porque me faço de forte e tento guardar tudo dentro de mim, porque sou apenas feita de carne e osso, porque as minhas fraquezas...
Não escondo de ninguém (nem dele próprio) que sou apaixonada e pelo meu melhor amigo, começamos por ser grandes amigos, depois os melhores amigos até aquela noite em que olhares cúmplices foram trocados e nasceu a paixão, tudo teria sido lindo, perfeito e maravilhoso se eu não vivesse aterrorizada com fantasmas do passado e não o tivesse feito sofrer. Sabem quando demoram muito a admitir uma coisa e quando pensam que vão a tempo é tarde demais? Foi justamente isso que aconteceu, apeteceu me virar o mundo ao contrario, apeteceu me agarra lo pelos colarinhos e perguntar-lhe Porque, porque é que me tinha feito aquilo, porque é que não tinha esperado por mim, mas não o fiz e controlei, entendi que não tinha o direito de exigir nada e apenas chorei e pedi um abraço á melhor amiga (a ti um muito obrigada), prometi nunca mais chorar por ele não por ter deixado de gostar de mim mas sim ter demonstrado que o papel que eu tinha na sua vida não era assim tão importante. Porem quando as pessoas são importantes para nós, nós perdoamos tudo, podemos nunca esquecer mas perdoa mos. Ele errou comigo ou não me ter dito que já não gostava de mim e eu perdoei. Hoje ele tem namorada, isso não seria um problema mesmo com a dor que sinto dentro de mim se ele não tivesse escondido isso… Hoje pergunto me porque? Porque é que ele escondeu? Porque é que ele deixou de falar com a sua melhor amiga (eu) quando começou a namorar? Porque é que ele continua a chamar me “amor” e a dizer que tens saudades minhas e que me quer ver quando está com outra pessoa? Será que está a espera que eu vá ver com os meus olhos como o casalinho está feliz? Sim quero que seja feliz mais que tudo na vida mas não quero assistir porque sou humana e porque por muito que o queira ver feliz eu não sou capaz de me sentar numa mesa com eles… Desculpa mas não consigo.
Autora Menina Filipa às 22:01

littlerunaway:
Sei bem pelo que estás a passar, essa história podia ser muito bem a minha.Também estou a passar por um mmento parecido com o teu! É dificil compreender, não sabemos o porquê de certas atitudes da sua parte. Tens de ter coragem para seguir com a tua vida em frente.
beijinho e força, de uma pessoa que te compreende.*
15 de Fevereiro de 2009 às 22:22

Olá Amiga!!

..sabes? eu fiz o mesmo..ainda aqui há dias alguém postava que estava chateado por não ter comentários..
e perguntava o porque? para darem sugestões..eu penso que não há formularas mágicas..fui como eu disse : escrevo para mim...o espaço é meu..e só lê quem gosta!
e peso que fizeste muito bem em tomar essa opção..um blog não é para agradar os "outros"..é para nós..para desabafarmos como fizeste!!

Quanto ao teu desabafo, adorei e identifiquei-me..por vezes as coisas não acontecem no momento certo e cada um de Nós tem o seu "Timmimg"..
quanto ao facto de ele ter escondido..será porque tem vergonha? porque ainda sente algo por Ti?
não me vou por a adivinhar, pois Tu melhor que ninguém o conheces..
Só posso dizer..que nunca nada está perdido..

Beijinhos..
ufa..que testamento!!sorry!
16 de Fevereiro de 2009 às 10:54

Filipa =D
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

16
19
20
21

22
23
24
25
27
28


Passado Recente
links
blogs SAPO